Prefeita de Boston anuncia planos para evitar volta de “Cracolândia”

Wilson Smith

Boston

A prefeita de Boston, Michelle Wu, no exercício das suas atividades comunicou hoje sobre as atualizações das ações que vão ser realizadas em Boston para lidar com a situação dos desabrigados e dependentes químicos que ficam transitando ao redor da Massachusetts Avenue e Melnea Cass Boulevard. A área lembra a “Cracolândia”, em São Paulo. A cidade de Boston desenvolveu um plano que visa atender às necessidades imediatas voltadas para a segurança e saúde pública no presente semestre.

Além disso, a prefeita compartilhou o planejamento estratégico que a cidade de Boston está executando, os direcionamentos tem como objetivo melhorar os sistemas de atendimento à população de desabrigados e afetados por transtornos advindos do uso de drogas. Essa perspectiva estratégica descreve iniciativas para descentralizar os serviços e fortalecer a continuidade dos cuidados que essa população necessita, sendo a reformulação de abrigos fundamental. Com essas iniciativas, a prefeita busca ajudar esses indivíduos que sofrem com a marginalização.

“Estamos tomando medidas concretas para garantir a segurança e a saúde da população. Boston está criando um atendimento contínuo para indivíduos que são desabrigados e têm transtornos por uso de drogas, através de iniciativas que vão desde a vida nas ruas até a moradia permanente”, disse a prefeita. “Sou grato a todos os nossos parceiros da saúde e segurança pública que trabalham de forma colaborativa para reduzir as barreiras e aumentar o acesso aos serviços, garantindo ruas seguras e saudáveis”, explicou Michelle Wu. 

Entre novembro e janeiro, a prefeita se comprometeu em conduzir uma resposta de emergência liderada pela saúde pública para indivíduos que vivem em acampamento na área de Mass e Cass para locais de abrigo e habitação de transição. Esse esforço incluiu trabalhar com parceiros para criar e equipar seis locais de habitação e abrigo para mais de 145 indivíduos.

O processo de transição dos indivíduos das ruas para moradias de apoio e de passagem é muito importante. Os hóspedes desses locais estão assistidos com saúde comportamental e cuidados médicos. Este trabalho segue em execução para apoiar os moradores desabrigados.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp