FBI diz que golpistas estão tirando vantagem do mercado de aluguel em Boston

Wilson Smith

SCAM

O FBI disse ontem (12), para as pessoas terem cuidado dentro do mundo imobiliário virtual, pois está ocorrendo uma onda de golpes de aluguel em Boston e, em outros mercados imobiliários de luxo. Um número crescente de pessoas desesperadas em garantir um imóvel para alugar estão sendo enganados em milhares de dólares por golpistas.

A anatomia dessas artimanhas normalmente deixaria o locatário desconfiado, entretanto, neste mercado tão aquecido os cuidados podem ser facilmente ignorados. O golpe tende a ser mais ou menos assim: uma pessoa que procura alugar um imóvel, vê um anúncio online e pergunta pelo e-mail do proprietário. O anúncio de fato é verdadeiro, contudo, o locatário não tem ideia de que o anúncio em questão, é uma cópia do original. O golpista responde dizendo que o “dono” está fora da cidade e que a única maneira de garantir a propriedade é pagando à vista, mesmo antes de ver o local. Depois que o dinheiro é enviado, a postagem desaparece e a vítima nunca mais ouve falar do “dono”.

Em um comunicado, Joseph Bonavolonta, agente especial encarregado da Divisão de Boston do FBI, disse que “Os golpistas estão lucrando com locatários que precisam agir rapidamente por medo de perder o imóvel, e isso está custando milhares de dólares aos consumidores, em alguns casos, deixando-os de mãos atadas”, Bonavolonta encerra sua fala pedindo a todos que tomem cuidado.

Alguns proprietários também foram enganados. Nesses casos um golpista procura por apartamentos, perguntando sobre um anúncio e chega a um acordo mútuo com o proprietário sobre um contrato de aluguel. Em seguida, o vigarista envia um cheque com valor maior que o combinado, às vezes com valor correto. Tudo isso ocorre antes de pedir a devolução do pagamento em excesso ou desistir completamente do acordo. De qualquer forma, o golpista pede o dinheiro de volta antes que o cheque chegue ao banco do proprietário e, se o proprietário obedecer descobrirá que o cheque era falso e que o dinheiro devolvido saiu diretamente da sua conta.

É um problema que o FBI diz ter piorado nos últimos três anos em particular, graças em parte ao rápido aumento da busca de propriedades na Internet durante a pandemia, quando os aluguéis de apartamentos proliferaram no mundo virtual. Golpes de aluguel de curto prazo do AirBnB também são comuns no mercado atual.

No ano passado, cerca de 11.500 pessoas em todo o país foram vítimas de golpes de aluguel, um aumento de 64% em relação a 2020, embora o número real seja provavelmente muito maior de acordo com dados do FBI. Na Divisão de Boston do FBI, que engloba Maine, New Hampshire, Rhode Island e Massachusetts 415 vítimas relataram perdas de milhões dólares.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp