Salvador, a capital da Bahia encanta os visitantes pela rica cultura e incontáveis belezas naturais

Wilson Smith

DSC_2288

Praias, festas tradicionais, vasta gastronomia, igrejas e construções seculares. Salvador, é a capital da Bahia, o território que emana brasilidade garante diversos atrativos turísticos para que o viajante tenha uma imersão cultural na cidade. A influência portuguesa ainda é bastante presente em Salvador. O município foi fundado em 1554 e, pela localização próxima ao mar, até 1763 foi a capital do Brasil, está localizada no Nordeste do país e tem uma extensão de 693 km². 

Muitos bairros e ruas apresentam características arquitetônicas da época do Brasil colônia. Por isso, os aspectos europeus são bem perceptíveis por todo o território. Então, visitar esse destino é conectar-se com o passado. 

Atualmente, a região recebe turistas nacionais e internacionais para explorar detalhes da cultura baiana. Salvador tem o maior percentual de negros do Brasil e agrega o maior número de descendentes africanos do mundo, sendo assim um local de conecção ancestral para muitos. Quem nasce em Salvador é soteropolitano, gentílico que nomeia um povo alegre e acolhedor. 

Entre os destaques que não podem faltar no itinerário da viagem estão: 

Farol da Barra 

Símbolo de Salvador, o Farol da Barra é imperdível por diversos motivos como, por exemplo, o fato de abrigar o Museu Náutico e uma exposição de artefatos de navegação e de um naufrágio, ocorrido em 1668; por ser o farol mais antigo do continente americano, com a construção finalizada em 1698; e por sua vista capaz de deixar qualquer um apaixonado. Além disso, esse importante ponto histórico também é rodeado por uma praia de águas mansas, translúcidas e quentes.

Elevador Lacerda 

Ligando a cidade alta e a cidade baixa desde 1873, o Elevador Lacerda tem 73,5 metros de altura e uma vista inesquecível. Com quatro cabines, o percurso dura 22 segundos e é perfeito para aqueles que querem descer do Pelourinho para o Mercado Modelo ou vice-versa. Atenção, antes de embarcar vale apreciar a vista com o Forte de São Marcelo ao fundo e a Baía de Todos-os-Santos.

Pelourinho 

Dispondo de uma vista sensacional para o mar e fixado no alto de um paredão de pedras, o Pelourinho foi construído para ser um local de defesa da cidade logo que ela foi fundada, em 1549. Repleto de construções históricas, principalmente dos séculos 17 e 18, o point abriga ícones como, por exemplo, a Igreja de São Francisco, toda banhada em ouro.

Tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, a região ainda apresenta diversas manifestações culturais, que fazem suas apresentações ou têm suas sedes ali, como é o caso do Olodum, um dos grupos de música afro mais tradicionais do país.

Dique do Tororó

Único manancial natural da cidade de Salvador tombado pelo IPHAN, o Dique do Tororó é um dos cartões postais de Salvador e bastante popular entre os moradores. Passeios arborizados, pistas de corrida, decks de pesca, raias para remo, pedalinhos, restaurantes, anfiteatro, playground e as lindas esculturas que representam os Orixás do Candomblé, assinadas pelo artista plástico Tati Moreno, flutuam no espelho d’água da lagoa conferindo especial beleza ao Dique. Defronte à Arena Fonte Nova, um passeio lindo de dia e especialmente charmoso no final da tarde e noite, quando a iluminação da lagoa é acionada. 

Basílica Nosso Senhor do Bonfim

Oficialmente chamada de Santuário Senhor do Bonfim, a igreja é de 1772 e digna dos holofotes. Um dos principais cartões-postais da capital baiana, neste local acontece a Lavagem do Bonfim, evento memorável que marca a lavagem das escadas pelas baianas com água de cheiro e muita alegria. Por fim, esse endereço também é famoso pelas fitinhas coloridas amarradas em seu portão.

Solar do Unhão 

Um dos mais belos conjuntos arquitetônicos às margens da Baía de Todos os Santos, o Solar do Unhão atualmente sedia o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), considerado o principal espaço para a arte contemporânea do estado e um dos mais importantes do país. O local ainda possui uma exposição externa e oferece diversos eventos artístico e culturais. Quem visita o Solar do Unhão pode aproveitar um restaurante com mesas ao ar livre e apreciar um pôr do sol fantástico.

Com paisagens paradisíacas e excelente estrutura hoteleira, o Estado baiano tem uma imensa extensão litorânea e muito a oferecer aos seus visitantes.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp