Quem precisa tomar a vacina contra a gripe?

Elisa Tristan-Cheever

Em minha experiência como médica de família percebo que muitas pessoas se preocupam em ter uma boa imunidade e estamos vivendo um momento em que estar com a imunidade preservada é ainda mais relevante. Nesse sentido, acredito que seja fundamental darmos a devida atenção para a vacina da gripe neste ano de 2020. A vacinação é essencial para blindar o organismo contra agentes infecciosos, de maneira a resguardar o nosso organismo de doenças que possam impactar o nosso sistema imunológico.

Estamos enfrentando a pandemia de covid-19 e, como se já não bastasse, a temporada de gripe chegou. Infelizmente, a história nos mostra que não levamos a gripe tão a sério quanto deveríamos. De acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), apenas cerca de 45% dos adultos nos Estados Unidos tomaram a vacina contra gripe em 2019. Este é um percentual muito pequeno considerando que todos os anos a versão sazonal da doença tem uma taxa de mortalidade significativa.

Os sintomas da gripe e do novo coronavírus são similares e isso dificulta o diagnóstico preciso, o que pode levar ao atraso no início do tratamento mais adequado e específico. Além disso, um “surto duplo” de gripe e covid-19 significa uma sobrecarga nas clínicas e hospitais, assim como o aumento de complicações e número de mortes. Neste momento, o ideal é que as pessoas se protejam contra quaisquer doenças que possam ser prevenidas com vacina.

Ainda não se sabe se contrair covid-19 ou gripe aumenta suas chances de pegar a outra doença, mas não restam dúvidas de que ficamos mais vulneráveis. Porque as infecções virais afetam nossos sistemas imune e respiratório, causando uma maior dificuldade de defesa contra outras doenças.

Há quem não considere a gripe um grande problema, infelizmente. Talvez por ter contraído gripe e ter apresentado apenas sintomas leves, que permanecem por alguns dias e desaparecem por conta própria. Mas pergunte a alguém que tenha se recuperado de uma pneumonia viral causada pela gripe para entender o nível de gravidade a que se pode chegar. É uma doença que pode exigir hospitalização. Portanto, não subestime a gravidade da doença. Gripe é coisa séria!

O vírus da gripe apresenta altas taxas de mutação e é por esse motivo que uma nova vacina é produzida todos os anos. Por isso, é recomendado que todos sejamos vacinados anualmente. A partir do momento em que você toma a vacina são necessários de 10 a 14 dias para desenvolver imunidade. Portanto, é importante tomá-la assim que possível para que o seu organismo esteja protegido. Quanto mais você esperar, mais chances terá de pegar gripe.

A vacina contra gripe é segura, eficaz e é a melhor forma de controle da doença e de suas complicações, portanto devemos aproveitá-la. Algumas pessoas podem apresentar gripe mesmo após serem vacinadas, porém, nesses casos, é mais provável que a doença tenha menor gravidade e a recuperação seja mais rápida. Embora seja possível pegar a gripe após a vacinação, saiba que é mito o que se diz de as pessoas ficarem doentes através da vacina contra a gripe. Não há nada na vacina contra a gripe que possa causar gripe, mesmo se o seu sistema imunológico estiver comprometido.

Todas as pessoas com mais de 6 meses de idade podem e devem ser vacinadas contra a gripe. Os grupos com maior risco de complicações decorrentes da gripe tem ainda mais necessidade de serem vacinadas, que são: as crianças, gestantes, pessoas a partir dos 65 anos e pessoas com alguma doença crônica, como, por exemplo, asma, diabetes e doenças do coração e do pulmão. 

Durante a pandemia de covid-19, a vacinação contra gripe se tornou ainda mais importante. É uma atitude essencial para proteger a sua saúde e de sua família nesta temporada. Quanto mais pessoas forem vacinadas contra a gripe, menos a gripe irá se espalhar pela comunidade. Fazendo a sua parte e tomando a vacina além de se proteger e proteger aqueles do seu convívio, você também irá ajudar a salvar outras vidas. 

A vacina contra a gripe já está disponível e pode ser encontrada fácil e gratuitamente em clínicas, farmácias e supermercados. Se você não quiser ficar na fila em meio a uma aglomeração para não se expor à covid-19, vale a pena ligar para sua farmácia local ou profissional de saúde para marcar uma visita. Grande parte dos centros de saúde têm tomado precauções para prezar pela segurança de todos, como exigir máscaras e distanciamento físico, além de higienização das mãos e superfícies com mais frequência. Portanto, procure o quanto antes o local mais próximo de você e se proteja contra a gripe. 

*Texto de Debora Sepulvida, Médica de Família pela UERJ, Pesquisadora pela UMass Boston.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

quatro + 14 =