Governo relaciona crescimento de infecções do COVID-19 às festas de 4 de julho

Marcony Almeida

ago

O recente aumento nas infecções confirmadas de COVID-19 no estado é provavelmente resultado dos encontros e festas do feriado de 4 de julho, dia da Independência dos Estados Unidos, disse, hoje, o governador Charlie Baker. O chefe do executivo de Massachusetts pede aos residentes que continuem usando máscaras em certos locais internos, e que busquem a vacinação, caso não o tenham feito.

Questionado se ele estava preocupado com um aumento nas taxas de novos casos observados esta semana, Baker advertiu que a variante Delta que se espalha pelo país é “muito, muito contagiosa”. Ele disse que os especialistas em doenças infecciosas com quem falou “acham que esse aumento é absolutamente uma função do feriadão”, comparando-o ao que aconteceu durante o feriadão do Thanksgiving no ano passado.

“Nosso pico é muito pequeno em comparação com o aumento que vimos em outras partes do país, e temos uma taxa de vacinação muito maior, o que acredito que será muito útil, mas definitivamente acho que o fim de semana de 4 de julho foi um problema real, pelo mesmo motivo que esse tipo de comportamento informal das pessoas sempre foi por um bom tempo um problema maior no que diz respeito à disseminação”, disse Baker.

A maioria das métricas do COVID-19 permanece perto de níveis recordes, mas novos casos e hospitalizações começaram a apresentar tendência de aumento novamente. O Departamento de Saúde Pública contabilizou 989 novos casos confirmados entre 8 de julho e 14 de julho, número elevado quando comparado ao monitorado no período de duas semanas encerrado em 6 de julho.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

3 + 14 =