FDA recomenda a vacina Pfizer para crianças de 5 a 11 anos

Marcony Almeida

Israelis receive their dose of the COVID-19 vaccine at a Clalit health care maintenance organisation, on September 09, 2021  in Jerusalem.  Photo by Olivier Fitoussi/Flash90

Mais de 10 meses depois que os adultos norte-americanos começaram a receber vacinas contra o coronavírus, as crianças podem ser o próximo grupo a receber as doses. Os  assessores da Food and Drug Administration (FDA) endossaram, hoje, o uso da vacina Pfizer-BioNTech para crianças de 5 a 11 anos.

O comitê consultivo do FDA disse que a vacinação superará os riscos de um raro efeito colateral cardíaco, e votou 17 a 0, com uma abstenção, para apoiar a vacina para crianças de 5 a 11 anos, um grupo que chega a 28 milhões. Embora o conselho não seja vinculativo, a agência está quase certa de autorizar a vacina, talvez ainda esta semana. Uma vacina pediátrica foi ansiosamente esperada por muitos pais que desejam garantir a segurança de seus filhos nas escolas e nas festas de fim de ano.

Especialistas dizem que as imunizações representarão um marco em uma pandemia que matou mais de 736.000 pessoas nos Estados Unidos. “Para mim, parece que é uma decisão difícil, mas clara”, disse à imprensa Patrick Moore, microbiologista da Universidade de Pittsburgh. Ele observou que 94 crianças morreram de COVID-19, e “todas têm nomes, todos eles tinham mães”.

Os consultores externos de imunização do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estão programados para se reunir em 2 de novembro para recomendar como usar a vacina. Assim que a diretora do CDC, Rochelle Walensky, autorizar o tratamento as doses poderão iniciar já na primeira semana de novembro.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *