Estado aumenta capacidade de público nos comércios

Marcony Almeida

ago (23)

Restaurantes, academias e outras empresas poderão aumentar sua capacidade para 40% a partir de segunda-feira, anunciou hoje o governador Charlie Baker. Muitas empresas se submeteram a um pedido de emergência do Estado, que entrou em vigor no dia 26 de dezembro, limitando em apenas 25% a capacidade de clientes, julgando ser necessário, Baker o estendeu por duas vezes, tendo cada extensão um período de duas semanas. 

Os locais de espetáculos internos e as empresas recreativas permanecerão fechados até que haja mais “melhoria considerável” nos dados de saúde pública, disse o governador, os limites de coleta permanecerão em 10 pessoas para ambientes fechados e 25 ao ar livre. “Sabemos que essas restrições têm sido e continuam a ser extremamente difíceis para grandes e pequenas empresas, bem como seus funcionários e indivíduos em todos os lugares, mas estamos progredindo nesta batalha contra a COVID, o trabalho árduo e a preparação de todos agora estão tornando isso possível para que continuemos a nos aproximar àquilo que poderíamos chamar de um novo normal”, disse o governador.

Quando Baker anunciou pela primeira vez os limites de capacidade mais rígidos, em 22 de dezembro, ele disse que a intenção deles era “pausar a atividade e reduzir a mobilidade” por pelo menos duas semanas imediatamente após o Natal, na esperança de evitar um salto significativo nos casos de COVID-19 e hospitalizações que poderiam sobrecarregar o sistema médico.

Na época, a taxa média de teste positivo em sete dias era de 5,94% e 1.991 pacientes com COVID-19 foram hospitalizados. Na quarta-feira, a taxa de positividade era de 3,3% e 1.635 pessoas estavam em hospitais para então receberem atendimento em relação ao COVID-19. Baker disse que o estado tem visto “tendências positivas” nas taxas de COVID-19 desde o início de 2021.

 

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

seven + seventeen =