Comércios exigirão cartão de vacina contra COVID-19, no verão em Cape Cod

Fabiano Latham

ago2

Quem pretende visitar o Cape Cod neste Verão deverá levar o comprovante de vacinação, pois algumas empresas irão exigi-lo como uma forma de garantir a segurança de funcionários e hóspedes. A declaração foi feita nesta quinta-feira pelo senador Julian Cyr de Truro. O cartão de vacina do CDC é o comprovante com as datas entregue às pessoas quando elas recebem a vacina contra a COVID-19.

“Estou ouvindo isso principalmente de casas noturnas e outros locais onde há um espaço com muitas pessoas. As empresas têm a prerrogativa de solicitar comprovante de vacinação e acho que isso faz com que os funcionários se sintam respeitados e seguros”, disse Cyr.

Os comentários de Cyr acontecem no momento em que Massachusetts se prepara para suspender quase todas as restrições de capacidade nas empresas, adotadas durante a pandemia da COVID-19. A partir deste Sábado, 29 de Maio, os bares poderão servir bebidas alcoólicas sem comida, e as pessoas totalmente vacinadas não serão mais obrigadas pelo Estado a usar máscara ou manter distância social. Mas as empresas são livres para implementar suas próprias restrições e podem exigir prova de vacinação.

É o que acontecerá no The Boatslip Resort, em Provincetown, um hotel à beira-mar conhecido por oferecer grandes festas dançantes ao ar livre, com início às 4 p.m., chamadas de “hora do chá”. O resort sediará sua primeira festa dançante em 3 de Junho.

“Como temos um grande espaço, pediremos na entrada que seja apresentada a prova de vacinação contra a COVID-19”, escreveu o resort em um post no Facebook na semana passada, acrescentando que o cartão de vacina original, ou uma foto dele, será suficiente.

Cyr disse que a The Atlantic House, uma discoteca em Provincetown conhecida como A-House, também solicitará prova de vacinação. Ele sugere que os visitantes tragam máscara, já que alguns estabelecimentos ainda podem exigir, e que tenham paciência, já que o local enfrenta escassez de mão-de-obra, o que poderá tornar o atendimento mais lento do que o normal.

“Acho que as pessoas estão receptivas ao fato de que a vacinação será necessária. Um clube pode ser um local muito eficiente para a propagação de infecções respiratórias. Eu não acho que isso será para sempre, mas agora estas medidas mantêm todos um pouco mais seguros”, disse.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

four − one =