BSC vai reembolsar clientes após ação na justiça

Wilson Smith

AGO (4)

A Procuradora-Geral de Massachusetts, Maura Healey, anunciou, hoje, que a rede de academias Work Our World (WOW) concordou em pagar US$ 62.500 em multas, fornecendo também reembolsos totais para milhares de clientes, após acordo judicial. Isso ocorreu em virtude de reclamações referentes à compras de assinaturas da Boston Sport Club (BSC), sem consentimento dos associados, e que foram cobrados indevidamente.

O acordo alega que, após a falência e fechamento da BSC durante a pandemia de COVID-19, V Fitness, LLC e One Fitness, LLC (ambas d/b/a Work Out World), localizadas em Waltham e Canton, assumiram indevidamente mais de 3.100 associações da BSC sem o consentimento por escrito dos consumidores. Leis estaduais proíbem a atribuição de um contrato de uma academia para outra sem a permissão por escrito do associado.

Segundo Healey, “em uma época em que os consumidores estavam sendo prejudicados pela BSC, a Work Out World criou outro incômodo para seus associados, forçando-os a pagar ou cancelar associações de academias nas quais nunca se inscreveram. O acordo garante reembolso total para milhares de consumidores que foram impactados pelas práticas ilegais da Work Out World”, finaliza a Procuradora-Geral.

De acordo com a reclamação judicial, a BSC não obteve o consentimento por escrito dos consumidores para transferir suas mensalidades de academias para a WOW, conforme exigido pelo Health Club Act do estado. Após o recebimento das associações, a WOW não confirmou que os consumidores haviam consentido a transação. Além disso, a WOW enviou e-mails enganosos aos consumidores sobre seu status de associação e os cobrou indevidamente por associações com as quais não concordavam.

Consta nos termos do acordo, que a WOW é obrigada a anular todos os contratos de associação obtidos da BSC para seus locais de Waltham e Canton, além de fornecer reembolso total para qualquer um desses consumidores, que tiveram suas contas transferidas sem o seu consentimento e que tenham sido cobrados com taxas de adesão indevidas.

A WOW já começou a pagar dezenas de milhares de dólares em reembolsos aos consumidores mediante solicitação, e todos os consumidores restantes que foram afetados serão reembolsados ​​​​automaticamente. A empresa também deve pagar $ 62.500 em multas por seu papel neste caso. O não cumprimento dos termos do acordo pode gerar uma multa adicional desse mesmo valor.

Os consumidores com dúvidas sobre seus reembolsos podem entrar em contato com os serviços para membros da WOW pelo telefone 781-785-0168, ou entrar em contato com a Procuradoria-Geral pelo telefone 617-727-8400.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

Your email address will not be published.