Primeiras lojas de vendas de maconha levam caos às cidades, segundo moradores

Marcony Almeida

Loja

“Inferno”. “Caos absoluto”.

Em uma recente reunião de emergência na prefeitura de Leicester, dezenas de moradores enfurecidos criticaram políticos e executivos da loja local de maconha – Cultivate, um dos dois locais em Massachusetts que atualmente vendem legalmente maconha e produtos derivados – por não controlar adequadamente as filas de consumidores de cannabis e os que têm tumultuado a cidade e o trânsito.

Entre as reclamações: longas filas de trânsito, ruas fechadas e desvios, pedestres viajando por uma estrada sem calçada, lixo, urinação pública e consumo de maconha, motoristas de ônibus excessivamente agressivos transportando clientes de e para um estacionamento próximo, e pouca comunicação com a loja de venda.

“Isso tem sido terrível”, testemunhou Dawn Gauthier, uma moradora de Leicester que vive perto de Cultivate, na reunião. “Temos carros fora da nossa casa sete dias por semana, 12 horas por dia. Nós não temos mais vida lá. É como viver em um aquário… Não é justo”.

Representantes do Cultivate se ofereceram para melhorar a comunicação com os compradores de maconha, enquanto as autoridades sugeriram ajustes no estacionamento e no plano de tráfego que eles haviam implantado. Mas eles reconheceram que o alívio real só virá quando a Comissão de Controle de Cannabis do estado autorizar mais varejistas de maconha a abrirem e aceitarem uma parte da demanda avassaladora, que deve acontecer no próximo mês.

“Não esperamos que isso, obviamente, dure para sempre”, disse David Genereux, administrador do Leicester Town, aos moradores. “Existem duas instalações – de varejo de maconha – abertas. Nosso entendimento é que haverá mais licenças que serão permitidas e poderão ser abertas no estado no final deste mês. Nesse ponto específico, esperamos que isso comece a diminuir”.

Genereux disse ainda que o momento da abertura do Cultivate na terça-feira antes do Dia de Ação de Graças, uma semana em que muitas pessoas estão de férias, “parecia piorar ainda maisp mais a situação que esperávamos”. Os clientes aguardaram em filas por horas para entrar, e a empresa disse que atendeu cerca de mil clientes só no primeiro dia da inauguração.

A outra loja recreativa da Leicester, a segunda no estado, fica em Northampton. Outras três lojas poderão abrir no próximo mês, em Wareham, Salem e Easthampton. Provavelmente, levará meses ainda até que a primeira loja em Boston seja inaugurada.

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved