Funcionário do FBI, crítico de Trump, é demitido

Marcony Almeida

Peter

A lista de funcionários federais demitidos que criticam ou não gostam do Presidente Donald Trump ganhou um novo membro. Peter Strzok, o agente sênior de contrainteligência do FBI, que menosprezou o presidente Trump em mensagens de texto inflamatórias e ajudou a supervisionar o e-mail de Hillary Clinton e as investigações russas, foi demitido, hoje (13), por supostamente violar as políticas do departamento, anuncio o advogado de Strzok.

Trump e seus aliados aproveitaram as mensagens de texto, enviadas por Strzok durante a campanha de 2016 para uma antiga advogada do FBI, Lisa Page, para atacar a investigação da Rússia como uma “caça às bruxas” ilegítima. Strzok, que trabalhou por mais de 20 anos no FBI, tornou-se um dos agentes de contrainteligência mais experientes do órgão federal, e foi uma figura chave nos primeiros meses da investigação.

Além de escrever as mensagens de texto, o agente foi acusado de enviar um mandado de busca altamente sensível para sua conta de e-mail pessoal. Trump elogiou a demissão através de sua conta no Twitter.

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved