Proprietários de imóveis concordam em interromper despejos

Marcony Almeida

ago

Vários proprietários de imóveis, representando centenas de milhares de unidades de aluguel em todo o país, concordaram, ontem, em interromper os despejos por falta de pagamento do aluguel até 2021, e em trabalhar com inquilinos que estão enfrentando problemas financeiros em meio à pandemia de COVID-19, anunciou o Greater Boston Real Estate Board.

Ao assinar o compromisso de estabilidade habitacional do grupo, os proprietários disseram que iriam se comunicar com os inquilinos em dificuldades financeiras sobre programas de apoio emergencial que poderiam ajudá-los a pagar o aluguel. Eles também disseram que buscarão planos de reembolso e mediação como primeiros passos antes de recorrer ao procedimento formal de despejo.

Os líderes de Massachusetts implementaram uma moratória sobre a maioria dos despejos e execuções hipotecárias não-emergenciais nos primeiros seis meses da pandemia, mas o governador Charlie Baker permitiu que ela expirasse em outubro ao revelar um plano de $171 milhões que aloca mais fundos para assistência de aluguel.

Apesar desse esforço, muitos líderes comunitários alertaram que uma enxurrada de despejos já está começando, o que pode empurrar os locatários ao despejo, enquanto as infecções pelo coronavírus continua a crescer. “Com esta promessa, reafirmamos nosso compromisso contínuo de apoiar os inquilinos e garantir que os proprietários não tenham que recorrer ao despejo daqueles que não podem pagar o aluguel, devido às dificuldades financeiras atuais”, disse o CEO do GBREB, Greg Vasil, num comunicado de imprensa. “Apoiamos nossos membros que têm trabalhado com seus residentes de boa fé, e assumiram esta promessa de continuar a manter a estabilidade das habitações em Massachusetts durante a pandemia”.

Inicialmente, pelo menos 10 empresas assinaram o compromisso de estabilidade habitacional do conselho, de acordo com o comunicado: Chestnut Hill Realty, Avalon Communities Inc., National Development, Windsor Property Management, Winn Residential, Equity Management Realty, Wingate Management, Schochet Companies , Peabody Properties Inc. e Corcoran Management Company. Coletivamente, eles possuem milhares de unidades de apartamento em Massachusetts e mais de 300.000 nacionalmente, de acordo com um porta-voz do GBREB.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

three × two =