Pfizer pede autorização de vacina COVID-19 para crianças de 5 a 11 anos

Marcony Almeida

Pfizer

A Pfizer e a BioNTech pediram aos reguladores federais, hoje, que autorizassem o uso emergencial da vacina contra o coronavírus para crianças de 5 a 11 anos, uma medida que poderia ajudar a proteger mais de 28 milhões de pessoas nos Estados Unidos.

As empresas afirmam que estão enviando dados que apóiam o pedido para a Food and Drug Administration. A agência prometeu agir rapidamente, e agendou provisoriamente uma reunião dia 26 de outubro para considerar o pedido. A decisão da agência federal é esperada já no Halloween.

Uma reunião de consultores especializados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) foi agendada para 2 e 3 de novembro, de acordo com pessoas familiarizadas com o planejamento. As recomendações do C.D.C. são normalmente a última palavra do governo federal sobre a política de vacinas.

“Com os novos casos em crianças nos EUA continuando em alto nível, esta apresentação é um passo importante em nosso esforço contínuo contra a COVID-19”, disse a Pfizer num comunicado à imprensa.

Os pais estão aguardando ansiosamente a decisão dos reguladores, que pode afetar muitos aspectos da vida familiar e do funcionamento das escolas. A liberação depende não apenas dos dados do ensaio clínico, mas também se as empresas podem provar aos reguladores que são capazes de fabricar adequadamente uma nova fórmula pediátrica.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *