Monumento a Martin Luther King Jr. e sua esposa é inaugurado em Boston

Wilson Smith

0105-embrace-01

Há dois dias o local onde seria instalado o monumento vibrava com os sons da construção, enquanto os trabalhadores operavem as máquinas, um caminhão transportando a obra de arte dos Kings manobrava de ré  atravessando o Boston Common. Enquanto isso, os transeuntes espiavam através da espessa rede verde que cobria uma cerca de arame, tentando vislumbrar a escultura de bronze com quatro braços enormes  envolvidos em um abraço sendo preparada para sua tão sonhada inauguração.

A escultura que foi revelada ao público pela primeira vez, hoje (13), retrata Martin Luther King Jr. e sua esposa Coretta Scott King. A abertura ao público marca o ponto culminante de um esforço de anos para homenagear os ícones dos direitos civis que se conheceram e começaram suas carreiras em Boston.

O monumento estava em obras há cinco anos.  Mas, a homenagem sem dúvidas está atrasada há décadas. Os fatores para esse atraso passa por barreiras sociais e históricas, obstáculos de permissão e devido ao cataclísma causado pela pandemia.

Mas, nesta semana o clima em vários eventos que antecederam a inauguração dessa sexta-feira (13) foi triunfal. Em uma academia no Roxbury YMCA na manhã de quinta-feira (12), Imari Paris Jeffries, diretora executiva do Embrace Boston, o grupo que criou a estátua dirigiu-se a uma multidão de residentes, doadores e autoridades eleitas em um evento celebrando os Kings. “Filadélfia tem o Liberty Bell, Nova York tem a Estátua da Liberdade e nós temos o The Embrace”, disse Jeffries.

A prefeita de Boston, Michelle Wu participou com líderes comunitários no YMCA do café da manhã de quinta-feira e da conversa ao pé da lareira, na ocasião a prefeita disse que o monumento “Não era apenas uma obra de arte importante, mas uma peça importante de nossa consciência. A escultura representa, entre outras coisas, a cidade de Boston reivindicando os Kings como heróis da cidade natal”, finalizou Wu.

“Os Kings se encontraram aqui”, disse Walker. “Este é o lugar, parece-me, que as sementes foram plantadas para o movimento”, concluiu Michelle Wu.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp