Harvard cancela aulas presenciais e pede que alunos desocupem dormitórios, devido ao coronavirus

Marcony Almeida

ago1

A Universidade de Harvard anunciou hoje que fará a transição para o ensino virtual para as turmas de graduação e pós-graduação devido à crescente preocupação com o coronavírus. A universidade de Cambridge diz que espera concluir a transição até segunda-feira, 23 de março.

“A decisão de mudar para o ensino virtual não foi tomada de maneira fácil. O objetivo dessas mudanças é minimizar a necessidade de reunir-se em grandes grupos e passar um tempo prolongado em estreita proximidade um com o outro em espaços como salas de aula, refeitórios e edifícios residenciais ”, disseram os líderes das escolas.

Os alunos também foram instruídos a não voltar das férias de primavera devido a possíveis riscos à saúde da comunidade. Os que moram no campus deverão sair no domingo, 15 de março, às 17h, informou a escola por e-mail aos alunos.

Os alunos que precisam permanecer em seus dormitórios e casas receberão instruções remotamente, com atividades e interações limitadas no campus. Reuniões e eventos não essenciais de 25 pessoas ou mais no campus também estão sendo desencorajados.

Harvard considerou sua decisão “difícil”, mas necessária. Autoridades dizem que a universidade retornará às operações normais o mais rápido possível.

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts e o Amherst College também estão realizando aulas on-line.

 

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

10 − um =