Governo federal ordena revisão de segurança em transporte público de Massachusetts

Wilson Smith

Green

A Autoridade de Transporte da Baia de Massachusetts (MBTA) está sendo investigada por uma série de problemas relacionados à segurança dos transportes que tem colocado em risco a vida dos usuários. A Administração Federal de Trânsito (FTA) iniciou hoje (15) uma ação imediata, antes de encerrar um relatório mais amplo, sobre o sistema de trânsito que se estende por toda a região da grande Boston e em Rhode Island.

Entre os flagrantes citados, estão um conjunto de problemas como: um centro de comando com falta de pessoal, onde alguns despachantes de trem dispõem de apenas quatro horas de folga após turnos de 20 horas. Mais de 220 motoristas da Linha Verde e dezenas de outros trabalhadores estão com certificações de segurança expiradas, além de falhas recorrentes nos sistemas de freios e propulsão. Esse é o cenário da segurança de um dos transportes públicos mais importantes do estado, esses foram alguns dos problemas que os investigadores encontraram até agora durante a inspeção.

O relatório alertará entre outras coisas, as “violações contínuas de segurança e falha em tomadas de ações corretivas urgentes”. A FTA emitiu quatro diretrizes exigindo que a MBTA corrigisse, sendo elas:  corrigir a falta de pessoal em seu centro de controle, evitar trens desgovernados, resolver manutenções atrasadas e críticas, bem como a renovação dos certificados expirados de funcionários.

Um funcionário federal disse que “Não exerceu totalmente sua autoridade sobre a MBTA para ajudar a trabalhar na cultura de segurança”. Desse modo, o Departamento de Serviços Públicos também ordenou que a (FTA) aumente a supervisão da MBTA.

As autoridades federais ainda estão trabalhando em uma investigação quase sem precedentes sobre a MBTA, alimentada por uma série de incidentes, incluindo descarrilamentos e a morte de um passageiro na Linha Vermelha. Na próxima sexta-feira (17) as partes envolvidas convocarão uma “reunião de encerramento”. Entretanto a FTA disse, que as equipes encontraram problemas sérios o suficiente para garantir uma resposta mais rápida antes da conclusão da inspeção de gerenciamento de segurança.

 

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp