Governo estuda enviar dinheiro a americanos para estimular economia

Marcony Almeida

ago

O governo americano está analisando a possibilidade de enviar cheques de US$ 1.000 diretamente aos americanos para estimular a economia, devido a possível recessão econômica com o COVID-19. A iniciativa partiu de alguns membros democratas e repubicanos do congresso americano. E o Secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disse que o governo está procurando maneiras de fornecer o dinheiro nas próximas duas semanas.

“Acho claro que não precisamos enviar ajuda financeira para aqueles que fazem US$ 1 milhão de renda anual. Mas essa é uma das idéias que gostamos. Vamos analisar isso hoje e depois falaremos sobre detalhes”, acrescentou Mnuchin.

Trump entrou na conversa dizendo, “acho que faremos algo que lhes dê dinheiro o mais rápido possível. Isso pode não ser uma maneira precisa de fazer isso, porque obviamente algumas pessoas não deveriam receber cheques de US$ 1.000. Mas, em breve, teremos uma boa ideia do que faremos”.

Mnuchin também disse que o governo permitirá que os americanos adiem pagamentos de até US$ 1 milhão ao Internal Revenue Service por 90 dias. O IRS não cobrará juros ou multas pelo atraso. E as empresas podem adiar até US$ 10 milhões em pagamentos ao IRS, segundo ele.

Termos

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

5 − três =