Governador muda plano para vacinar mais pessoas 

Marcony Almeida

AGO (2)

Enfrentando críticas após o início da vacinação no estado, o governador Charlie Baker detalhou ontem planos de mover residentes com 65 anos ou mais para um nível superior de prioridade, bem como reforçar substancialmente a infraestrutura de distribuição do estado nas próximas semanas.

Baker anunciou planos de adicionar dezenas de novos locais de vacinação até dia 15 de fevereiro, incluindo três novos locais de vacinação em massa, e direcionou as pessoas ao site do estado – www.mass.gov/CovidVaccineMap – onde as pessoas podem localizar farmácias e clínicas mais próximas a elas em um mapa. Verifique a elegibilidade e agende uma consulta.

O sucesso do plano, porém, dependerá da disponibilidade da vacina por parte do governo federal, segundo o governador, que disse que o abastecimento continua sendo um dos fatores que mais limitam a capacidade do estado de vacinar mais pessoas.

O governador disse que até o final da semana haverá 103 postos de vacinação públicos abertos em farmácias, locais de venda e outros fornecedores, incluindo um novo posto de vacinação em massa no Eastfield Mall em Springfield, inaugurado na sexta-feira. Essa infraestrutura tem capacidade para administrar até 242 mil doses por semana.

O número de clínicas de vacinação deve crescer para 165 em meados de fevereiro, com capacidade para administrar até 305.000 doses da vacina COVID-19 por semana. Isso incluiria cinco dos sete locais de vacinação em massa planejados em todo o estado, com o DoubleTree Hilton Hotel em Danvers ficando disponível a partir do dia 3 de fevereiro e o Reggie Lewis Center em Roxbury abrindo para as vacinações na primeira semana de fevereiro.

O governador também disse que a partir de 1º de fevereiro, residentes de 75 anos ou mais serão elegíveis para serem vacinados com COVID-19, assim que o estado iniciar a segunda fase de seu plano de distribuição da vacina. Os residentes com 65 anos ou mais tiveram prioridade na Fase 2 e se juntarão às pessoas com duas ou mais doenças de alto risco no segundo grupo, tornando-se assim, elegíveis na próxima fase em fevereiro.

Pessoas com 65 anos ou mais foram empurradas para a frente de professores, trabalhadores de transporte público e de serviços públicos e pessoas com apenas uma comorbidade.

 

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

three − 3 =