Governador: chegamos ao pico de infecções

Marcony Almeida

Bourne 04/14/2020- Governor Charlie Baker and Lt. Gov. Karyn Polito joined the Massachusetts National Guard and Michael Lauf, President and CEO of Cape Cod Healthcare as they toured a field medical station in a gymnasium at Joint Base Cape Cod. The facility will handle certain cornavrius patients if needed. Photo by John Tlumacki/Globe Staff(metro)

Dois meses e meio após o primeiro caso confirmado de coronavirus em Massachusetts, e quando o número total de casos ultrapassa 28 mil e o número de mortes se aproxima de 1 mil, o governador Charlie Baker disse, hoje, que o auge da contaminação chegou ao estado.

“Eu diria que, neste momento, com base nas conversas que temos todos os dias com nossos colegas da comunidade hospitalar, estamos em alta, e no auge, sim”, disse o governador numa conferência de imprensa. O Estado trabalha com o setor de saúde desde pelo menos fevereiro para estar o mais preparado possível para o influxo que deve colocar hospitais, profissionais de saúde e prestadores de serviços de emergência sob tremendo estresse.

Os hospitais aumentaram a capacidade de leitos, e o estado abriu hospitais satélites em um centro de convenções e arena para serem usados caso os centros de saúde tradicionais ficarem sobrecarregados.

“Eu diria que, neste momento, acredito que, com a adição de algumas das outras coisas que ficarão online nos próximos cinco a sete dias, estamos bem posicionados para lidar com a crise, disse Baker.

Ontem, o estado tinha 28.163 casos confirmados de COVID-19 e 957 pessoas haviam falecido devido ao vírus altamente contagioso. Mais de 9 mil residentes de Massachusetts estão em quarentena ou monitoramento ativo devido a uma possível exposição ao vírus. Baker disse que a modelagem do estado estima que o número total de casos de COVID-19 “varie entre 47 mil e 172 mil casos durante o curso da pandemia”.

Na segunda-feira (13), segundo o mais recente relatório de capacidade hospitalar do estado, Massachusetts tinha 17.600 camas capazes de tratar o COVID-19, e o governador disse que aproximadamente metade dessas camas permanecem abertas. Ainda de acordo com o chefe do executivo, pouco menos de 6 mil leitos são de cuidados intensivos, cerca de 2.500 são leitos de unidades de terapia intensiva, e outras cerca de 750 estão disponíveis nos hospitais de campanha que foram instalados no Centro DCU em Worcester e no Centro de Convenções de Boston.

O número de leitos de hospitais satélites continuará a crescer durante a próxima semana, com a abertura de postos na Base Cape Cod, Lowell e Dartmouth.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

15 + nove =