Começa vacinação de reforço da Pfizer em Massachusetts

Marcony Almeida

Pfizer

Com pessoas de 65 anos ou mais e algumas outras populações agora elegíveis para vacinas de reforço COVID-19, caso receberam a Pfizer, o governo do estado informou, ontem, que deu início a vacinação e planeja ampliar a oferta de locais para facilitar o acesso às doses.

“Existem literalmente centenas de sites que já estão funcionando e disponíveis para as pessoas tomarem as vacinas de reforço”, disse o governador Charlie Baker, três dias depois que o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emitiu a recomendação de reforço da Pfizer.

Na sexta-feira passada, o CDC recomendou que pessoas com 65 anos ou mais, pessoas com 18 anos ou mais em ambientes de cuidados congregados, e pessoas com idades entre 50 e 64 anos com certas condições médicas deveriam receber a dose de reforço pelo menos seis meses após a segunda dose da Pfizer/BioNTech COVID-19.

Adultos entre 18 e 49 anos, que têm doenças crônicas ou que enfrentam “risco aumentado de exposição e transmissão de COVID-19 por causa do ambiente ocupacional ou institucional” também podem receber um reforço, se já tiverem recebido as vacinas da Pfizer anteriormente, disse o CDC.

Aqueles que trabalham em primeiros socorros, educadores e trabalhadores em supermercados, transporte público, correios, manufatura, alimentação e agricultura são ocupações que o CDC considera com risco aumentado de exposição e transmissão de COVID-19. E esses já podem receber a dose de reforço.

Baker disse que é “muito importante que todos tenham em mente” que o governo federal até agora só aprovou reforços para indivíduos vacinados com a Pfizer, e que a elegibilidade para as populações afetadas aumenta seis meses após a segunda dose.

De acordo com os critérios iniciais do governo federal, aproximadamente 600 mil residentes de Massachusetts são elegíveis para reforços da Pfizer, e a Secretaria de Saúde informou esperar que o estado terá a capacidade de administrar mais de 300 mil doses de reforço por semana até meados de outubro.

As marcações podem ser feitas online através do site VaxFinder do estado, ou para aqueles que não podem fazer isso, ligando para 2-1-1. As injeções estarão disponíveis em mais de 460 locais, incluindo mais de 450 farmácias de varejo, disse a administração Baker.

Como as doses iniciais, as vacinas de reforço são gratuitas e as autoridades de saúde disseram que podem ser acessadas sem apresentar identidade e seguro de saúde.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

Your email address will not be published.