Casos de COVID-19 voltam a crescer em Nova York e Washington, D.C.

Wilson Smith

AGO

Grande parte dos Estados Unidos estava mostrando uma diminuição nos casos de coronavírus nas últimas semanas, em contrapartida, as cidades de Nova York e Washington, D.C. lutam contra um aumento repentino de infectados pelo vírus nos últimos quinze dias.

Embora o número de casos tenha sido relativamente baixo desde que o surto de Omicron recuou, a subvariante BA.2, que é altamente contagiosa, está contribuindo para uma nova onda em alguns lugares, especialmente no Nordeste do país.

Os casos dobraram em Washington e aumentaram cerca de 60% em Nova York.  No Alasca, Vermont, Colorado e Rhode Island as mudanças nas estatísticas também vêm sendo observadas desde a última semana de março, os dados estão sendo computados através do banco de informações do New York Times.

Especialistas alertam que outra possível elevação dos casos está chegando desde o recente aumento na Europa, onde ondas de vírus anteriores foram um prenúncio do que estava por vir nos Estados Unidos.

O aumento dos casos em Nova York e Washington pode não refletir a verdadeira disseminação do vírus. Os testes realizados em casa geralmente não são computados nos relatórios de dados do governo.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp