Número de mortes por overdose de opióides cai 6% no estado

Marcony Almeida

AGO

A taxa de mortes por overdose de opióides está diminuindo em Massachusetts, mas ainda houve cerca de 1.500 mortes de overdose nos primeiros nove meses do ano, anunciou, ontem, o governo estadual.

As 1.460 mortes confirmadas ou suspeitas de overdose relacionadas ao opióide em Massachusetts entre janeiro e setembro representam uma diminuição de cerca de 6% em relação aos três primeiros trimestres de 2018, o equivalente a menos 99 pessoas morrendo de overdose, informou o Departamento de Saúde Pública (DPH). O DPH confirmou que 1.091 das mortes foram causadas por uma overdose de heroína, fentanil, analgésicos prescritos ou outros opióides, e estimou que outras 332 a 407 mortes serão eventualmente confirmadas como overdoses de opióides.

Pela segunda vez em dois lançamentos trimestrais de dados sobre opióides, os funcionários do DPH disseram que a prevalência do poderoso fentanil opióide sintético subiu para “um nível mais alto” e agora está presente em quase todas as mortes por overdose registradas. “O relatório de hoje afirma que nossa abordagem multifacetada da epidemia de opióides está fazendo a diferença”, disse o governador Charlie Baker num comunicado. “Embora tenhamos feito progressos, precisamos continuar concentrando nossos esforços de aplicação da lei em tirar o fentanil de nossas ruas e de nossos bairros”.

Das 903 mortes por overdose relacionadas aos opióides em 2019, para as quais estava presente um exame toxicológico, 838 delas – ou 93% – deram positivo para a presença de fentanil, que é mortal em pequenas doses. No ano passado, o fentanil foi encontrado em 89% das mortes por overdose de opióides e esteve presente em apenas 18% das mortes por overdose de opióides no terceiro trimestre de 2014, segundo o DPH.

Nos últimos cinco anos, enquanto o fentanil tem aumentado , a taxa de heroína ou provável heroína encontrada presente em overdoses relacionadas a opióides diminuiu constantemente, informou o DPH, e foi encontrado em 24% das mortes por overdose no segundo trimestre deste ano.

Homens de 25 a 34 anos continuaram representando a maior parcela demográfica (24%) de todos os incidentes relacionados a opióides tratados por serviços médicos de emergência no primeiro semestre de 2019. Os homens representam 74% de todas as overdoses fatais relacionadas a opióides em Massachusetts.

Apesar do aumento na presença de fentanil, as autoridades de saúde pública divulgaram declínios no número de mortes por overdose. Entre 2016 e 2018, o total de mortes caiu cerca de 3%, e a taxa de mortes por 100 mil pessoas caiu 4% no mesmo período.

“A divulgação desses dados mais recentes indica que nossa abordagem centrada na saúde pública da epidemia de opióides está funcionando”, disse a comissária de saúde pública Monica Bharel. “À medida que avançarmos, continuaremos com esse sucesso, continuando a nos concentrar na ampla disponibilidade de naloxona, tratamentos comportamentais e medicamentosos e serviços de recuperação sustentada”.

Termos

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

catorze + dezenove =