Trens da linha laranja retornam ao serviço

Marcony Almeida

ago2 (1)

Sete semanas depois que a MBTA retirou seus novos trens da Orange Line dos trilhos para lidar com um problema mecânico, o primeiro conjunto retornou ao serviço de passageiros hoje (7), e os funcionários da linha sugeriram outras interrupções à medida que a frota atualizada fosse lançada.

Um conjunto de novos trens começou a fazer viagens normalmente na manhã de terça-feira, enquanto o outro retorna “este mês”, disse um porta-voz do MBTA ao State House News Service. “Embora o primeiro conjunto de trens tenha retornado ao serviço, a MBTA continuará monitorando de perto o novo equipamento e exigirá que a equipe de engenharia do veículo esteja a bordo para cada viagem para monitorar o desempenho”, disse o gerente geral do MBTA, Steve Poftak, em comunicado. “Ao sujeitar novos trens a esse alto nível de escrutínio, a MBTA pode identificar de maneira rápida e prática quaisquer problemas em potencial e tomar as ações corretivas mais cedo”.

Os veículos foram introduzidos em agosto, mas logo enfrentaram problemas. Uma lado da porta se abriu enquanto um trem se movia em setembro, levando os mesmos a ficarem off-line por vários dias. O barulho emanado dos trens que Poftak disse anteriormente ter sido causado por uma interface defeituosa entre os veículos e os conjuntos de caminhões de rodas, pressionou as autoridades a retirar os trens de serviço novamente em 18 de novembro.

A MBTA planeja substituir toda a frota da Orange Line por 152 novos trens, com maior capacidade e comodidades, como painéis de exibição digital, até o final de 2022. A Linha Vermelha também verá sua frota completa substituída e expandida com 252 trens novinhos até 2023.

“Esses veículos terão uma vida útil de pelo menos 30 anos e a detecção precoce de problemas permite que ações corretivas sejam tomadas no processo de produção”, afirmou Poftak. “No futuro, os trens podem ser retirados de serviço de tempos em tempos, pois são detectados problemas em potencial que requerem análise adicional. Se necessário, os trens podem ser mantidos fora de serviço para testes e para resolver possíveis problemas”.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

2 × um =