Governo começa a distribuir dinheiro para famílias com crianças

Marcony Almeida

Child

O governo federal começou a depositar, hoje, 15, nas contas das famílias em todo o país uma nova ajuda financeira, o crédito fiscal federal recém-expandido que os especialistas acreditam que poderia reduzir a pobreza infantil pela metade. Embora a maioria das famílias receba o dinheiro automaticamente em pagamentos mensais de julho a dezembro de 2021, as famílias que não declararem impostos precisarão tomar medidas para reivindicar o dinheiro.

O CTC, como é conhecido em inglês, é projetado para custear as despesas de criação e cuidados infantis, fornecer mais opções de cuidados infantis e apoiar o retorno ao trabalho para aqueles que perderam seus empregos ou renda. Para ser elegível para o CTC completo, os casais não devem ganhar mais do que US$ 150.000 anuais, e os chefes de família não devem ganhar mais do que US $112.500, anualmente. As famílias qualificadas receberão o valor total do CTC, mesmo que devam impostos.

O CTC completo fornece às famílias:

US$ 3.600 por criança menor de 6 anos
US$ 3.000 por criança de 6 a 17 anos

Os filhos elegíveis devem ter um número de segurança social. A partir de 15 de julho, a primeira metade do CTC será automaticamente depositada em pagamentos mensais de US$300 ou US$250 nas contas bancárias da maioria das famílias qualificadas. A segunda metade do CTC será disponibilizada para restituição de impostos no próximo ano.

As famílias que não apresentaram uma declaração de imposto de renda de 2019 ou 2020 reivindicando o Crédito tributário infantil, ou não compartilharam suas informações com o IRS para receber pagamentos de estímulo, precisarão solicitar o CTC usando a ferramenta de inscrição de crédito tributário infantil. Mais informações pelo www.childtaxcredit.gov.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leave a Reply

2 × 1 =