Governo Biden prepara novas medidas para a fronteira com o México

Wilson Smith

AGO (16)

Duas fontes da CNN familiarizadas com o planejamento do governo americano anunciaram que sob pressão de legisladores e para provar que as autoridades de segurança estão preparadas para um influxo de imigrantes, o governo Biden deve apresentar mais de seus planos para a fronteira EUA-México. Esse movimento ocorre porque uma restrição pandêmica da era Trump está para ser suspensa.

O governo está sob intensos debates entre democratas e republicanos antes da rescisão de uma ordem de saúde pública conhecida como Título 42, que permite a funcionários de fronteira rejeitarem migrantes na fronteira sul dos EUA. O fim antecipado dessa ordem invocada pela primeira vez em março de 2020 alimentou preocupações com um aumento de migrantes, dada a demanda reprimida e prejudicando outros esforços legislativos. Ainda não está claro quando os detalhes dessas novas medidas serão divulgados e se podem ser fornecidos apenas ao Congresso.

Apesar de um documento de 16 páginas divulgado pelo D.H.S (Departamento de Segurança Externa dos Estados Unidos) descrevendo os preparativos no mês passado, os republicanos e alguns democratas pressionaram o governo por mais informações e alertaram sobre o fim da ordem sem um plano abrangente.

Na semana passada em entrevista à CNN o secretário de Segurança Interna Alejandro Mayorkas, disse que o departamento estava executando planos e se preparando para um potencial influxo de migrantes na fronteira EUA-México.

O secretário está testemunhando perante o Congresso esta semana. Espera-se que sejam audiências de contenção. “Acho que temos que estar muito atentos ao fato de que estamos nos dirigindo aos inimigos, esses inimigos são os cartéis e os contrabandistas e não vou fornecer nossos planos a eles. Vamos prosseguir com nossa execução com cuidado, metodicamente e antecipando diferentes cenários”, disse Mayorkas.

Termos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp