Trump planeja novas medidas contra imigrantes ainda esse ano

Marcony Almeida

Stephen Miller, White House senior advisor for policy, right, listens as Roger Campos, with the Minority Business Roundtable, during a meeting of small business leaders with U.S. President Donald Trump, not pictured, in the Roosevelt Room of the White House in Washington, D.C., U.S., on Monday, Jan. 30, 2017. Trump defended the immigration clampdown that sparked a global backlash over the weekend by blaming the confusion at airports on protesters and on a computer outage at Delta Air Lines Inc. that caused flight cancellations. Credit: Andrew Harrer / Pool via CNP - NO WIRE SERVICE - Photo by: Andrew Harrer/picture-alliance/dpa/AP Images

Como se não bastasse a separação de crianças e pais em prisões na fronteira dos Estados Unidos com o México, a administração Donald Trump está preparando outras duras ações contra os imigrantes antes das eleições do fim ano. Segundo o website Politico, o principal arquiteto das recentes medidas contra imigrantes anunciadas pela Casa Branca, Stephen Miller, de 32 anos, está preparando novas investidas anti-imigrantes.

O objetivo de Miller é mostrar aos eleitores republicanos que Donald Trump está cumprindo com suas promessas de campanha de deportar o maior número possível de indocumentados. De acordo com o plano, as novas medidas em discussão na Casa Branca incluem tornar mais difíceis a emissão de vistos de estudantes internacionais e programas de imersão; limitar os vistos para trabalhadores da agricultura, tornar mais difícil para imigrantes que usaram benefícios públicos de conseguir a residência permanente (Green Card); e coletar dados biométricos de turistas de alguns países que chegam aos Estados Unidos.

Os detalhes das medidas ainda estão sendo discutidas, disse ao Politico um dos funcionários da Casa Branca. A líder dos democratas na Camara, Nanci Pelosi, da Califórnia, acusa Donald Trump de tornar a vida dos imigrantes mais difíceis para pressionar os democratas a apoiarem projetos de lei que incluem dinheiro para construir o muro na fronteira com o México, outra promessa de campanha de Trump. “Separar crianças de parentes, e perseguir imigrantes como forma de jogo político é imoral e desumano”, disse Pelosi pelo Twitter.

Stephen Miller é o assessor direto do Presidente, e o responsável pelos decretos de imigração que Trump assinou no início do mandato para proibir a entrada de refugiados muçulmanos aos Estados Unidos.

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved