Arquivos Casa Branca - Brazilian Magazine

Brazilian Magazine

Casa Branca pede à NASA planos para levar homem de volta à Lua e visitar Marte

A Casa Branca ordenou que a NASA busque parceiros comerciais e internacionais para desenvolver missões de retorno à Lua e visitar Marte.

“Foi pedido à NASA para desenvolver um plano de um programa inovador e sustentável de exploração com parceiros comerciais e internacionais para permitir a expansão humana em todo o Sistema Solar, levar humanos de volta à Lua para exploração e utilização a longo prazo e missões humanas para Marte e outros destinos”, disse o chefe interino da agência, Robert Lightfoot.

Na última quinta, o vice-presidente Mike Pence, na reunião inaugural do Conselho Nacional do Espaço da Casa Branca (NSC na sigla em inglês), disse que funcionários do Governo enviarão recomendações sobre uma nova política espacial dos EUA dentro de 45 dias.

Lightfoot discutiu os projetos em andamento, incluindo uma iniciativa que estuda a viabilidade de construir um posto avançado na órbita da Terra que poderia servir como estação para viagens de rôbos e humanos para a Lua e Marte.

O chefe interino da NASA afirmou que o restabelecimento do NSC, ordenado pelo presidente Donald Trump, irá agilizar, centralizar e coordenar a política espacial. O órgão foi ressuscitado pelo mandatário republicano em junho, após ter sido dissolvido pelo ex-presidente George H.W. Bush em 1993.

 

Flávio Perez
flavio@brazilianmagazine.net
Direto da Redação

Trump reduz ainda mais a cota para refugiados em 2018

O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou o memorando sobre cotas para refugiados no país para o ano de 2018, informou a assessoria de imprensa da Casa Branca.

“A admissão de até 45 mil refugiados aos EUA no ano financeiro de 2018 é justificada pela preocupação com os problemas humanitários e atende aos interesses nacionais”, informa o comunicado da administração presidencial norte-americana.

O informe destaca que serão admitidos 19 mil refugiados da África, 5 mil da Ásia Oriental, 2 mil da Europa e Ásia Central, 1,5 mil da América Latina e dos países do Caribe, e 17 mil do Sul da Ásia e do Oriente Médio.

O ano financeiro de 2018 norte-americano começa em 1 de outubro de 2017.

Em janeiro, em paralelo à medida que proibiu imigrantes de sete países muçulmanos de entrar nos EUA, Trump também reduziu de 110 mil para 50 mil a cota de refugiados para o ano de 2017.

Trump continua a defender mais rigor no ingresso aos EUA.

 

Flávio Perez
flavio@brazilianmagazine.net
Direto da Redação