O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, rebateu as afirmações do líder norte-coreano Kim Jong-un sobre ter um botão nuclear em sua mesa. A diferença apontada pelo republicano diz respeito ao tamanho e poder entre o botão de Washington e o de Pyongyang.

Trump usou a sua conta no Twitter para mandar uma mensagem para Kim.

“O líder norte-coreano Kim Jong Un apenas afirmou que o “Botão Nuclear está em sua mesa em todos os momentos”. Alguém de seu regime abatido e faminto por comida, por favor, [deve] informá-lo de que eu também tenho um botão nuclear, mas é muito maior e mais poderoso do que o dele, e meu botão funciona!”, escreveu.

North Korean Leader Kim Jong Un just stated that the “Nuclear Button is on his desk at all times.” Will someone from his depleted and food starved regime please inform him that I too have a Nuclear Button, but it is a much bigger & more powerful one than his, and my Button works!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) January 3, 2018

A fala de Trump vem pouco mais de 48 horas após Kim abordar o poder nuclear norte-coreano como uma realidade, e não uma ameaça, clamando para que os EUA reconheçam o status de potência nuclear de Pyongyang – o que Washington já declarou que não o fará.

“O botão nuclear está sempre na minha mesa. Isto não é chantagem mas a realidade”, afirmou o líder da Coreia do Norte, em seu discurso de Ano Novo para a população do país.

A troca de farpas entre Trump e Kim foi uma tônica ao longo de 2017, e o tom não parece que será alterado em 2018.

Especula-se que a Coreia do Norte deverá levar a cabo um novo teste balístico em breve, ao passado que os EUA se recusam a adiar os exercícios militares anuais que realiza com a Coreia do Sul, e que neste ano estão marcados para o mesmo período dos Jogos Olímpicos de Inverno, que o sul da península recebe em fevereiro.

 

Por Flávio Perez
flavio@brazilianmagazine.net
Direto da Redação / Por AP