Isso é abuso do sistema

Elisa Tristan-Cheever

A presença de celebridades em solo norte-americano não é um fato novo, como também algumas delas tornando-se mães neste país. Mas não para por aí. O que estamos começando a ver é a presença de mais  brasileiras chegando aos Estados Unidos já grávidas, sonhando com  um filho “americano”. E esta nova leva já está chegando ao estado de Massachusetts.

Até aí parece tudo bem. Na verdade, cada um tem o direito de buscar o melhor para si e para os seus familares. Ainda mais com a situação brasileira instável. Muitas pessoas preferem correr o risco de aventurar-se vindo para os USA, buscando oportunidades. E, é claro, se já existe conexão com amigos e familiares, inicialmente esta vinda pode ser menos dolorosa ou pelo menos, mais planejada .

Contudo, tem algumas que chegam aqui, mesmo tendo recursos no Brasil já querendo voltar. Em outras palavras, estão grávidas ou mesmo até prontas para ter o filho. O filho nasce e com pouco tempo estão retornando ao Brasil. Grávida, recebe seguro gratuito do governo, atenção de pré-natal e o parto. O bebê tem todos os direitos de qualquer cidadão Americano… Com alguns meses, voam pra nossa terra tropical com número de social security e tudo.

Você pode falar que cada um faz o que quer e se tem chance, que não a deixe escapar. E se voltou pro “Brasa” com tudo pro recém-nascido, melhor ainda. Concordo, cada um tem o livre arbítrio.

Mas vamos analisar  outra situacão. O sujeito vive nesta terra por anos e anos. Ralou a vida inteira, de certa forma pagou alguns dos impostos  e não teve como conseguir a mudança do seu estado imigrátorio. Ele adoece, precisa de cuidados especialissíssimos, transplante e mais. Indocumentado e sem seguro? A coisa complica e a pessoa não recebe todo o tratamento necessário.

Você acha isso certo? Como você se sente quando tocamos neste assunto? Talvez ache que quem somos nós para julgar e decidir pelos outros. Ainda mais a nossa comunidade, que em muitas ocasiões se une para ajudar os conterrêneos. Porém, nem sempre isso acontece.

O meu ponto hoje é outro. Como alguém chega, usufrui de atendimento medico do governo e se manda e quem merece mesmo, não consegue? Será que alguns brasileiros não se tocaram ainda que chega a um ponto que o abuso é reconhecido pelas autoridades, e que pelo erro de alguns todo mundo pode pagar o pato?

Não é terrorismo, é desabafo, é alerta! Entendemos que queremos ajudar e quem já sabe como usar o labirinto do sistema de saúde americano pode auxiliar aos que estão iniciando, especialmente a um ente querido.

De toda maneira, deve  prevalecer a sabedoria e trazer para dar a luz em terras americanas quem realmente precisa. Isto é uma coisa. Quem esta aquí tirando de outros, é algo diferente….

Cada um faz o que bem entender, mas não pense que não esta sendo observado. Quem já não gosta de imigrante, vê isso como prato feito.  Comunidade, não bote mais lenha na fogueira!

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved