Famoso comediante americano condenado por violência sexual

Compartilhe:

Um dos mais famosos comediantes americanos, Bill Cosby, 80, foi condenado, hoje, na Pensilvânia por estupro e violência sexual. O comediante afro-americano mais assistido na televisão americana na década de 80, através de seu próprio programa “The Cosby Show” foi acusado por dezenas de mulheres por assédio e abuso sexual.

Após uma longa batalha jurídica, o tribunal do juri composto por sete homens e cinco mulheres condenou o comediante a uma pena que pode chegar a 30 anos de prisão. Cosby foi acusado de intoxicar e violentar sexualmente de uma jovem há 14 anos em sua casa. A vítima, Andrea Constand, diretora de operações do time feminino de basquete da Temple University, acusou Cosby de violentá-la após levá-la à casa dele prometendo “coaching”.

Outras duas mulheres que também acusavam o comediante estavam na corte na hora da decisão do jurado, gritaram e choraram de emoção, sendo então removidas pelos seguranças. Bill Cosby saiu da corte após pagar fiança de US$ 1 milhão, e voltará em data ainda indefinida para a decisão sobre quantos anos ele passará na prisão.