Democratas negam emenda anti-imigrante em Massachusetts

Marcony Almeida

Os deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Massachusetts estão com a agenda lotada essa semana. Até sexta-feira (27), eles estão debatendo mais de 200 emendas apresentadas pelos legisladores ao orçamento fiscal do estado. E na pauta, emendas que afetam a vida dos imigrantes. O deputado estadual do partido republicano, James Lyons, Jr., aproveitou o debate e apresentou uma emenda que forçaria as polícias municipais e estaduais a prenderem imigrantes indocumentados e entregá-los aos agentes de imigração. Mas a proposta do deputado considerado um dos maiores opositores dos imigrantes indocumentados em Massachusetts não foi muito longe.

O líder da Assembleia, deputado democrata Robert DeLeo, se reuniu com seus colegas de partido e apresentou uma emenda adicional ao texto proposto por Lyons. O texto sugeria que a emenda precisaria ser “estudada” por uma comissão de deputados para analisar o impacto que teria na segurança pública do estado. Na Assembleia, quando um texto é enviado para estudo significa que está morto e não se tornará lei. A emenda dos democratas foi então aprovada pela maioria. James Lyon, no entanto, não ficou feliz com o resultado.

“Isso é questão de segurança pública”, disse o deputado. “O que fizeram, hoje, foi um absurdo, e praticamente confirma que indocumentados podem permanecer livres em Massachusetts”, acrescentou. Numa entrevista de rádio, hoje, ao colunista conservador, Howie Carr, do jornal Boston Herald, o deputado Lyons concordou com o locutor dizendo que imigrantes indocumentados nesse estado têm mais direitos que cidadãos americanos. “É exatamente o que estamos dizendo. Isso é fato em Massachusetts”, concluiu o deputado em tom agressivo.

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved