23/12/2015 - 09:02

Amor e otimismo diante do mal


Uma das minhas grandes paixões é escrever, porém ultimamente tenho sentindo grande dificuldade de assuntos que me interessam ou benéficos que possam me servir de insigne para boas notícias. O mundo anda de certa forma tão complexo e frustrante de tanta barbaridade que nos deixa estarrecidas e reflexivas com uma pergunta.  O que é mesmo isso? Os acontecimentos na França é algo sem explicação, as pessoas de vários países do mundo vivem em hoje clima de tensão e medo com ataques terrorista.

No Brasil a catástrofe ambiental de Minas Gerais na cidade de Mariana e os maiores representantes dos Poderes Políticos chafurdando no maior mar de lama moral da corrupção histórica brasileira, com a Operação Lava Jato. Foi formada a maior quadrilha de ladrões brasileiros do Poder, com a anuência do Governo do PT, um governo em que todos nós acreditamos. Se o Brasil não fosse de tamanha riqueza natural, a sua economia estaria muito pior. Porém, devemos ser sempre otimista gerando sonhos de futuro, seguindo o adagio que diz o seguinte: Se chover seja feliz com a chuva que molha os campos, varre as ruas e limpa a atmosfera. Se fizer sol, aproveite o calor, se houver flores no jardim aproveite o perfume. Se tudo estiver seco aproveite para colocar as mãos na terra, plantar sementes e aguardar a floração. E assim devemos seguir em frente.

Mulher é assim, guerreira, otimista, teimosa e persistente. Queima-se e derrete-se como vela acessa, mas não deixa de produzir luz e só apaga com a última gota da cera. Que nada abale a nossa vontade de esfregar na cara do mundo que o amor vai vencer sim, e sem alguém duvidar, o amor vai vencer de novo. E como diz a música de Luan Santana: “Quando alguém te enche de coragem para seguir, a busca interminável termina em sorrir, e o que era cinza e frio, o amor coloriu de um jeito assim tão simples”. É assim que devemos encarar o mundo, com otimismo e paixão pela vida, ainda que estejamos vivendo no pior momento de descrédito. Precisamos continuar lutando, acreditando em transformações e na possibilidade de um mundo onde todos possam ainda concluir os seus sonhos que estão no início, ainda há muito pela frente, não vamos nos permitir ser igual, temos de ser diferente, ser especial.

Esses dias fui a Bienal Internacional do Livro, evento que acontece a cada dois anos, organizado pela Universidade Federal de Alagoas (o meu Estado). Na programação cultural, houve várias apresentações, porém uma me chamou atenção. Uma senhora de 65 anos, aluna do segundo ano de medicina dando um depoimento belíssimo de vitalidade, energia, vontade de viver e realizar seu sonho de concluir um curso superior, algo que nunca foi possível por imposição de um marido possessível. O exemplo daquela senhora me encantou, vi diante dos seus olhos a pura viva luz da vida. Era como ela estivesse transmitindo esperança de que nós podemos sim, participar da transformação do mundo com atitude de amor. A vida é única e, portanto, não devemos nos preocupar com o que vai acontecer no futuro. Tudo muda de repente e ninguém sabe o que acontece até mesmo no dobrar de uma esquina. Devemos trabalhar e tentar fazer as mudanças, porém aquelas que não podemos mudar vamos aceitar sem trauma ou sofrimento, até porque devemos lembrar dos exemplos de Jesus, deu sua própria vida para mudar o mundo e ainda assim, não conseguiu. Idade? É apenas um número e não define o que somos. 

Faz parte da nossa história. A vida só lhe dá duas opções: morrer jovem ou envelhecer. Por isso não devemos nos preocupar com rugas, celulites. Cuide do corpo para ter saúde, energia, vitalidade e disposição para ser útil e continuar sua história como mulher comum, que batalha, esperneia, grita, briga e não se acomoda diante das injustiças ou da violência. Valorize sua família como o maior patrimônio da sua vida, porque só ela, vai estar com você quando os outros se afastarem. Vamos viver com paixão e amor, com os olhos e o coração aberto. Basta querer ser feliz e pronto. Nunca pare de exercitar o seu lado espiritual e agradeça a Deus todos os dias, mesmo quando as adversidades chegar. “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade. Porque cedo ou tarde serão ceifados como erva, e murcharão. Confia a tua vida no Senhor e faze o bem, habitarás na terra e serás alimentados. Deleita-te no Senhor e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia NELE e o demais Ele fará” Salmo Bíblico 37.

E assim me despeço, desejando um Ano Novo de Paz e Esperança para todos os meus leitores do “ Palavra de Mulher”.



COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

              



MAIS NOTÍCIAS