Brasileira é liberada pela Imigração mas filho menor permanece preso

Marcony Almeida

Mural

Há 23 dias que a brasileira Lidia Souza não vê o filho Diogo, de 9 anos, preso pelos agentes de imigração na fronteira dos Estados Unidos. Lidia e Diogo foram presos juntos, após se apresentarem aos guardas da fronteira na travessia, mas os dois foram enviados para prisões separadas. Souza fugiu do Brasil em busca de asilo nos EUA, devido a violência pessoal. Após dias sem contato com o filho, ela descobriu coincidentemente com uma outra brasileira cujo filho também estava preso, a localização de Diogo.

Atualmente morando em Hyannis, ela fala com o filho por 10 minutos, duas vezes por semana, e disse ao jornal The Boston Globe que ele chora sem parar. “Estou muito infeliz, triste e frustrada. Isso é desumano. As crianças são inocentes. Elas não podem passer por isso”, disse Lidia Souza à reportagem do Globe. “Ele reclama que está sozinho, que está com fome. Ele pegou catapora e o isolaram numa sala do resto das crianças. Ele chora o tempo todo”.

Termos

Compartilhe

P.O. Box 490543
Everett, MA 02149

Publicidade e Anúncio

© Copyright 2017 | Brazilian J. Magazine
All rights reserved