03/10/2016 - 18:58

Advogados grauitos ficam à espera de imigrantes


Você trabalhou e não recebeu seu salário, ou hora-extra, ou férias…? Não tem problema. Pelo menos é o que prometiam mais de 40 advogados voluntários que se reuniram hoje à noite, no centro de Boston, para atender gratuitamente trabalhadores imigrantes. Mas quase nenhum deles apareceu para receber ajuda.

O evento foi organizado pela Procuradoria Geral do Estado de Massachusetts, em parceria com o Serviços Legais de Boston, Centro do Trabalhador Brasileiro, Grupo Mulher Brasileira, escola de Direito da Suffolk University, Volunteers Lawyers Project, e outras organizações. E o objetivo era ajudar a centenas de trabalhadores que tiveram seus direitos trabalhistas, como salários, violados por seu patrões. Intérpretes gratuitos, e ajuda independente de status imigratório estavam no local, mas o que faltou foi trabalhador.

Cerca de oito deles aparecerem no local, deixando os mais de 40 advogados que se voluntariaram para atender gratuitamente frustrados.

A Clínica de Ajuda Trabalhista foi na Suffolk Law School, no primeiro andar, na 120 Tremont Street, Boston, MA. A universidade fica no centro de Boston, em frente à estação do metrô (estação Park Street). Talvez seja sinal que todo trabalhador imigrante recebe seu salário normalmente e não existe nenhuma violação trabalhista contra eles. Será? As organizações prometem tentar mais uma vez, no dia 14 de novembro. Será que brasileiros ou outros vão comparecer? É esperar pra ver. Informações no 617-963-2493.



COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA