06/08/2016 - 16:47

Estado dá dicas para um verão seguro em Massachusetts


Com a chegada de temperaturas mais elevadas, o Departamento de Saúde Pública de Massachusetts (DPH) gostaria de lembrar às famílias e cuidadores a respeito de informações importantes que manterão as crianças pequenas em segurança durante o verão.

Bebês e crianças pequenas (com idades entre zero e cinco anos) geralmente não têm consciência dos perigos ao seu redor e dependem dos adultos para mantê-los em segurança. Durante o clima quente, tome providências para manter as crianças em segurança em veículos, para evitar quedas de janelas e incentivar a segurança na água, especialmente perto de piscinas. Medidas de segurança simples podem evitar ferimentos.

Segurança com veículos

O interior do carro durante os meses de verão pode ser um lugar muito perigoso para as crianças deixadas do lado de dentro. O Departamento Nacional de Segurança no Tráfego Rodoviário (NHTSA) estima que um carro fechado sob o sol de verão pode passar rapidamente de 25ºC (78ºF) a 38ºC (100ºF) em apenas três minutos e chegar a 52ºC (125ºF) em seis a oito minutos. Além disso, as crianças podem ser feridas ao sair de um carro em movimento ou ser atropeladas ou atingidas por outros veículos. Para ajudar a manter as crianças pequenas em segurança dentro do carro e perto de veículos:

  • Jamais deixe uma criança sozinha em um veículo estacionado, mesmo se estiver dormindo ou com o cinto de segurança e mesmo que as janelas estejam abertas.
  • Acostume-se a olhar dentro do veículo – tanto na frente quanto atrás – antes de travar a porta e se afastar.
  • Se uma criança estiver perdida, verifique primeiro o veículo, incluindo o porta-malas.
  • Faça coisas para lembrar que há uma criança no veículo, tal como colocar a bolsa, pasta ou alguma outra coisa que você precisar no banco traseiro, para que você tenha que verificar o banco de trás quando sair do veículo.
  • Sempre tranque o carro e deixe as chaves fora do alcance das crianças.
  • Garanta uma supervisão adequada quando as crianças estiverem brincando em áreas perto de veículos estacionados.
  • Peça ao seu provedor de cuidados infantis para ligar para você se a criança não chegar ao local.

Ao ver uma criança sozinha em um veículo quente, ligue para a polícia. Se a criança estiver em sofrimento devido ao calor, tire-a de dentro o mais rápido possível e ligue para 911 imediatamente.

Lembre-se, todas as crianças com 12 anos de idade ou menos devem ser transportadas no banco traseiro. Assegure-se que estejam com o cinto de segurança devidamente colocado todas as vezes que transitarem com você – mesmo naquelas idas rápidas ao mercado da esquina. Bebês e crianças pequenas devem usar o bebê conforto voltado para trás até atingirem o maior peso ou a maior altura permitida pelo fabricante da cadeirinha. Como mínimo, as crianças devem ser transportadas voltadas para trás até atingirem pelo menos um ano de idade e um peso de pelo menos 9 kg (20 lb).  Há mais informações sobre segurança no transporte de crianças nowebsite do DPH.

Segurança com janelas

Quedas são a principal causa de ferimentos em crianças e quedas de janelas envolvendo crianças pequenas são particularmente graves. Quedas de janelas são evitáveis. Mosquiteiros não são suficientemente fortes para evitar que uma criança caia da janela. Para evitar quedas de janelas, os pais e cuidadores devem:

  • Manter móveis baixos – e qualquer coisa na qual uma criança possa subir – longe das janelas.
  • Abra a parte de cima – não a de baixo – das janelas sempre que possível.
  • Trave todas as portas e janelas que estiverem fechadas.
  • Assegure-se que as crianças sejam sempre supervisadas.
  • Instale grades de proteção com mecanismo de liberação rápida, encontradas na maioria das lojas de materiais de construção.

    Segurança com a água e piscinas
     
  • As crianças têm uma curiosidade natural e são atraídas pela água. No entanto, o afogamento é a principal causa de morte entre crianças pequenas, tanto nacionalmente quanto em Massachusetts. Piscinas em quintais, tanto escavadas quanto elevadas, são o maior risco para crianças de menos de cinco anos de idade.  Um afogamento tem uma aparência muito diferente daquilo que a maioria das pessoas espera, com pouca movimentação na água ou sem gritos de socorro. Quando uma criança está em perigo, pode levar apenas 20 segundos paraafundar na água e apenas alguns minutos para se afogar.

    Para ajudar a prevenir lesões relacionadas à água e afogamentos:
  • As crianças devem ser supervisadas o tempo todo quando estiveram dentro ou perto da água.
  • Escolha um adulto como “observador da água”.  Ser o observador da água significa exatamente isso – evitar qualquer tipo de atividade que distraia, tal como falar no telefone, mesmo que seja só por um momento.
  • Sempre que bebês e crianças pequenas estiverem dentro ou perto da água, incluindo na banheira, um adulto deve ser capaz de alcançá-las com os braços em todos os momentos, fazendo "supervisão táctil".
  • Não tome bebidas alcoólicas enquanto estiver supervisando as crianças.
  • Instale uma cerca em torno da piscina que separe completamente a casa e a área de brincar do jardim da área da piscina.
  • Quando as crianças terminarem de nadar, feche a piscina para que não possam voltar a entrar.
  • Considere barreiras adicionais, tais como portões com trava automática ou alarmes para evitar o acesso ou avisar se alguém entrar na área da piscina.
  • Retire boias, bolas e outros brinquedos da piscina depois do uso para que as crianças não tenham a tentação de tentar alcançá-los.
  • Tenha equipamento de resgate (tal como uma corda ou boia salva-vidas) e um telefone perto da piscina.
  • Para crianças que não sabem nadar, use um colete salva-vidas aprovado pela Guarda Costeira dos EUA.  Não use brinquedos infláveis ou de isopor, tais como "boias de braço", "espaguetes" ou câmaras de pneus no lugar de coletes salva-vidas.  Esses brinquedos não foram projetados para manter a segurança do nadador.
  • Aprenda a fazer ressuscitação cardiopulmonar (CPR). A Cruz Vermelha oferece uma ampla gama de treinamentos em CPR/AED (desfibrilador externo automático), primeiros socorros, salva-vidas, natação e segurança na água, prestação de cuidados, resposta a desastres e prontidão para emergências. Para obter informações sobre as aulas, acessehttp://www.redcross.org/mo2s

    Além disso, ao nadar em áreas públicas:
  • Escolha lugares que tenham salva-vidas, sempre que possível.
  • Nade apenas em áreas designadas para nadar.
  • Sempre nade com outra pessoa.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA