O corte, o transporte e a exibição de pinheiros têm sido uma tradição de férias de inverno no hemisfério norte há séculos, e em nenhum lugar esta convulsão de Natal é tão popular quanto nos Estados Unidos, onde os americanos devem gastar mais de US $ 1 bilhão neste ano com o popular item de decoração.

Segundo grupos de preservação ambiental, a árvore natural é melhor para o meio ambiente do que as de plástico, que não são biodegradáveis. Além disso suportam os pequenos fazendeiros locais ao invés de importar as árvores plásticas da China.

First Lady Melania Trump Receives the 2017 White House Christm…

Thank you Silent Night Evergreens in Wisconsin for our beautiful tree! President Donald J. Trump, Barron, and I are excited for Christmas in our new home!

Posted by First Lady Melania Trump on Monday, November 20, 2017

Vídeo compartilhado pela primeira-dama Melania Trump nas redes sociais, agradecendo a Silent Night Evergreens pela Árvore de Natal da Casa Branca.

De acordo a agência de notícias Reuters, estima-se que 27,4 milhões de árvores de Natal foram compradas em 2017 nos EUA, a maioria produzida em apenas punhado de estados. A maioria das fazendas de árvores de Natal dos EUA estão situadas em Carolina do Norte, Massachusetts e Oregon, e mais de metade do cultivado nos três estados vêm de apenas seis municípios.

O Condado de Ashe, na Carolina do Norte, é o maior produtor, fornecendo cerca de duas milhões de árvores em 2012, de acordo com os dados mais recentes disponíveis.
Além disso, cerca de 900 quilômetros quadrados são dedicados à produção das árvores destinadas a ser cortadas para árvores de natal, de acordo com a Associação Nacional de Árvores de Natal (http://www.realchristmastrees.org/).

 

Por Flávio Perez
flavio@brazilianmagazine.net
Direto da Redação