Policiamento estadual na Mass Pike deve acabar

Compartilhe:

A polícia estadual de Massachusetts anunciou, ontem, junto com o governador Charlie Baker, que removerá os policiais que fazem patrulhamento da Mass Pike para outras áreas do estado, após recentes escândalos envolvendo os agentes do órgão. O jornal The Boston Globe denunciou recentemente, numa série de reportagens, que vários policiais estaduais da Troop E, seção da polícia responsável pelo patrulhamento da Mass Pike, que dezenas de agentes ganharam mais de $200 mil ao ano com o acréscimo de horas-extras aos seus salários, sem terem trabalhado todo aquele tempo.

Após as denúncias dos escândalos envolvendo aqueles que têm a função de fazer cumprir a lei, o governador anunciou também a implementação de GPS nos carros da polícia para que os supervisores monitorem as horas trabalhadas pelos policiais. A outra mudança inclui a compra de câmeras portáteis usadas pelos próprios policiais enquanto trabalham. Conhecidas como “body camera”, os aparelhos gravam as interações dos agentes com o público. Policiais municipais de Boston já utilizam os equipamentos há um ano, em fase experimental.

“Está claro que as ações de alguns de nossos membros dentro da polícia têm afetado a confiança pública em nossos serviços”, disse à imprensa a chefe-geral da Polícia Estadual, Kerry A. Gilpin. “Os nossos próprios membros sabem que precisamos de mudanças. Tenho escutado deles mesmos, antes dessa conferência de imprensa, me dizendo ‘realmente precisamos de reformas e acabar com a Troop E’. Acredito que eles estão prontos para reforma e nova liderança”, disse Gilpin ao lado do governador Baker.