Ex-médico da Casa Branca alerta que solidão mata

Compartilhe:

Ex-médico da Casa Branca alerta, o que mais mata hoje em dia não é o álcool ou as drogas, mas a solidão, e aconselha os americanos a buscarem viver em sociedade, perto da família e amigos. O Dr. Vivek Murthy, que deixou o posto no governo federal em abril do ano passado, disse em visita a Boston que a solidão do ser humano é um problema grave, e o que leva a todos os outros fatores como a dependência química e enfermidades.

Para o Dr. Murthy, o uso indevido da tecnologia tem contribuído para a epidemia da solidão. “É fantástico viver numa época de mídias sociais, mas quando deixamos o contato humano de lado e trocamos pela atenção restrita ao Facebook e outros meios torna-se um sério problema”, disse em entrevista ao jornal The Boston Globe.