NRF 2018: Estamos diante de um "apocalipse varejista"?

Compartilhe:

A conferência de varejo irá explorar como a inteligência artificial, robótica, pagamentos móveis e a evolução do omnichannel afetarão a indústria nos próximos anos.

Mas será que estamos diante de um "apocalipse varejista"? Alguns dizem que as ondas de fechamentos de lojas de varejo e perdas de empregos nos últimos anos não estão sendo levadas a sério o suficiente . Outros observadores da indústria argumentam que o termo é exagerado e que o dano parece estar ocorrendo principalmente em grandes blocos de varejo que vendem roupas, equipamentos, produtos eletrônicos e produtos especiais.

A grande aposta é que a tecnologia continuará remodelando o setor de varejo, desde a inteligência artificial no marketing e no checkout da loja até o reconhecimento facial e a Internet das coisas (IOT). Os revendedores que desejam realmente passar por uma transformação digital e misturar perfeitamente o físico e o digital precisarão atender.

Esse será um tema fundamental na Big Show 2018 da Federação Nacional de Varejo, que acontecerá na cidade de Nova York de 14 a 16 de janeiro. A Brazilian Magazine marcará presença, abrangendo a conferência e as diversas formas em que a tecnologia de varejo está evoluindo.

Além das presenças já confirmadas de grandes líderes do varejo mundial, como o Presidente da Levi's, James "JC" Curleigh; o CEO do Walmart, Doug McMillon; Jennifer Bailey, Vice-Presidente de serviços da Apple , e Tommy Hilfiger, o fundador e principal designer de sua marca própria, acontecerão inúmeros painéis sobre como a tecnologia está transformando varejo, incluindo robótica e inteligência artificial, transformação digital, startups tecnológicos, inovações em lojas físicas e o futuro dos pagamentos.

 

Flávio Perez
flavio@brazilianmagazine.net
Direto da Redação